Voltar

Pé diabético

Navegue em: Ortopedia

Patologia comum que vem aumentando a incidência nos últimos anos. O tratamento mais importante é a profilaxia para evitar as lesões como aparecimento de micoses, calosidades e ulcerações. Deve ser realizada diariamente a inspeção dos pés pelo próprio paciente. O uso de sapatos adequados e palmilhas auxiliam na profilaxia.

O tratamento cirúrgico pode estar indicado nos quadros com ulcerações plantares, deformidades já instaladas ou infecção e consiste em limpezas cirúrgicas com desbridamento para as ulcerações plantares, osteotomias para correção das deformidades, ressecção óssea ou artrodese.


O QUE FAZ A ORTOPEDIA?

Preparamos um material exclusivo explicando a área da Ortopedia e as principais formas de tratamento das doenças.
Faça o download gratuitamente:

BAIXAR

Perguntas Frequentes

O pé diabético é uma condição em que os danos aos nervos e vasos sanguíneos nos pés ocorrem devido ao controle inadequado da glicose no sangue em pessoas com diabetes.

Os fatores de risco incluem níveis descontrolados de açúcar no sangue, histórico de úlceras ou feridas nos pés, neuropatia diabética e doença vascular periférica.

Os sintomas incluem dormência, formigamento, dor, fraqueza nos pés, mudanças na cor da pele, feridas que não cicatrizam e unhas deformadas.

O diagnóstico é geralmente feito com base nos sintomas, exame físico e testes como o monofilamento de Semmes-Weinstein para avaliar a sensibilidade.

O tratamento envolve controle rigoroso da glicose no sangue, cuidados com os pés, limpeza e proteção de feridas, uso de calçados adequados, medicamentos para aliviar a dor e, em casos graves, cirurgia.

Medidas preventivas incluem manter os níveis de glicose no sangue sob controle, inspecionar os pés regularmente, usar calçados adequados, evitar tabagismo e consultar um médico regularmente.

Complicações podem incluir infecções graves, úlceras profundas, gangrena, amputações e risco de vida em casos extremos.

A neuropatia diabética, que é o dano aos nervos devido ao diabetes, diminui a sensibilidade nos pés, tornando mais difícil a detecção de lesões e infecções.

O tempo de recuperação varia de acordo com a gravidade da úlcera e do tratamento aplicado, podendo levar semanas a meses.

Deve-se procurar atendimento médico imediatamente se houver qualquer sinal de infecção, úlcera, ferida persistente ou alteração na sensibilidade nos pés, especialmente em pessoas com diabetes. O diagnóstico e tratamento precoces são cruciais para prevenir complicações graves.

Você tem várias formas de agendar consultas e exames:

Envie uma mensagem para:

WhatsApp

Agende sua consulta ou exame:

Agende online
QR Code Agende sua consulta ou exame

Agende pelo app meu oswaldo cruz

App Meu Oswaldo Cruz disponível no Google Play App Meu Oswaldo Cruz disponível na App Store