Intrabeam reduz tempo de tratamento de radioterapia para diversos tipos de câncer

A tecnologia, que foi criada para o tratamento de tumores cerebrais, é utilizada com segurança e eficácia para combater outros tumores, como o de mama e de coluna

São Paulo, 1 de fevereiro de 2023 – Há quase uma década o Hospital Alemão Oswaldo Cruz foi pioneiro no Brasil ao oferecer aos seus pacientes a tecnologia do Intrabeam, equipamento responsável por uma única sessão de radioterapia intraoperatória para o tratamento de câncer de mama em estágio inicial e em mulheres acima de 50 anos. Essa abordagem desbravadora rendeu ao Hospital o Certificado de Centro de Referência na América Latina expedido pela empresa que projetou e comercializa o equipamento.

Atualmente o leque de utilização dessa tecnologia se expandiu bastante, sendo usada também para outros tipos de cânceres, especialmente quando se desenvolvem no abdômen, na coluna (lombar e torácica), para os chamados sarcomas (tumores de partes moles – aqueles que se desenvolvem em músculos, gordura, tendões, ligamentos, vasos sanguíneos e nervos periféricos), lesões ósseas primárias ou secundárias e lesões de pele em regiões críticas (ao redor dos olhos, boca, nariz e orelha).

De acordo com o Dr. Rodrigo Hanriot, coordenador da Radioterapia do Centro Especializado em Oncologia do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, o maior benefício trazido pelo Intrabeam, além da segurança e da eficiência (porque atinge somente o tumor e não os órgãos vizinhos, como pode acontecer com a radioterapia convencional), é a redução do tempo de tratamento e, consequentemente, do custo total do processo.

“O tratamento convencional é composto de 20 a 30 aplicações diárias, e obriga o paciente a ir ao hospital uma vez ao dia até finalizar o tratamento. Com esse equipamento o processo todo se reduz a uma única aplicação, durante a cirurgia, ou seja, o paciente não precisa retornar diariamente ao hospital porque já está tratado. Além disso, pode reduzir o custo do tratamento de 20 a 50% quando comparado com a radioterapia externa ”, esclarece.

O especialista destaca que essa tecnologia ainda não é usada para todos os tipos de lesões e que há ainda protocolos detalhados que devem ser respeitados. “No caso dos cânceres de mama, por exemplo, o Intrabeam é indicado para mulheres acima de 50 anos ou já na menopausa, com lesões até 2,5 cm e que estejam localizadas somente nas mamas, ou seja, que não tenham atingido os linfáticos da axila”, ressalta.

O médico diz ainda que entre 20 e 25% de todas as pacientes com câncer de mama, poderiam se beneficiar da utilização do Intrabeam.

Intrabeam é indicado para lesões no corpo vertebral (coluna)

Segundo o Dr. Marcelo Risso, ortopedista e especialista em tratamento de cânceres na coluna, com o passar dos anos, estudos comprovam a eficácia do Intrabeam para o tratamento de tumores na coluna. E o Hospital Alemão Oswaldo Cruz foi uma das instituições pioneiras no mundo a realizar esse tipo de procedimento, em 2018. “Mas a utilização da tecnologia depende do cumprimento de alguns critérios, entre eles, o paciente deve ter até três lesões metastáticas, elas devem ser oligo progressivas (que crescem muito lentamente) e estarem localizadas no corpo vertebral, que é a região anterior da vértebra e onde se concentram cerca de 90% dos tumores”, esclarece.

Para o especialista, assim como no tratamento de câncer de mama, a aplicação da radioterapia por meio do Intrabeam nos tumores na coluna tem três grandes vantagens. “A primeira delas é a dose-efetividade, que é excelente, que também é feita durante a cirurgia, em dose única e sem afetar órgãos e tecidos vizinhos, como medula, intestino, músculos e pele”, garante.

“O segundo benefício é que, em geral, tumores de coluna têm uma fratura da vértebra associada e durante a mesma cirurgia é possível tratar a fratura por meio da injeção de cimento ósseo dentro da vértebra”, elenca.

“A terceira vantagem é que uma sessão de radioterapia única com o Intrabeam, permite ao paciente retornar rapidamente ao oncologista e dar continuidade ao tratamento sistêmico, como a quimioterapia e a imunoterapia, por exemplo”, relata.

Data: 01/02/2023 Fonte: HAOC

Você tem várias formas de agendar consultas e exames:

Envie uma mensagem para:

WhatsApp

Agende sua consulta ou exame:

Agende online
QR Code Agende sua consulta ou exame

Agende pelo app meu oswaldo cruz

App Meu Oswaldo Cruz disponível no Google Play App Meu Oswaldo Cruz disponível na App Store