Centro Especializado em Endoscopia

O Centro Especializado em Endoscopia conta com infraestrutura moderna e equipamentos de alta tecnologia para receber os pacientes. As imagens obtidas pelos exames são digitais e em HDTV, com cromoscopia digital, o que colabora para o diagnóstico diferencial de achados em benefício do paciente.

Exames

Realizados sempre com a presença de um anestesista, os exames endoscópicos são fundamentais para auxiliar no diagnóstico, evidenciando a causa da doença e possibilitando a indicação do tratamento mais efetivo ao paciente. Além disso, podem ser utilizados como procedimentos terapêuticos em algumas patologias e no acompanhamento de pacientes crônicos, como nos casos de:

Centro de Endoscopia
• Doença de Crohn;
• Doenças inflamatórias do aparelho digestivo;
• Hepatopatias ou com histórico familiar de doenças do trato digestivo.

O Centro Especializado em Endoscopia está habilitado a realizar endoscopia digestiva alta, colonoscopia, broncoscopia, gastrostomia endoscópica, mucosectomia, laringoscopia, ecoendoscopia (com ou sem punção-biópsia), enteroscopia diagnóstica e terapêutica, magnificação de imagem, retossigmoidoscopia flexível, ligadura de varizes esofágicas e passagem de balão intragástrico para redução de peso de pacientes obesos.

Infográfico - Endoscopia

Saiba como é feito o exame

Quer saber o objetivo de cada tipo de exame, como é feito o procedimento e os riscos? Preparamos um material exclusivo que tirará as suas dúvidas.

Faça o download

Clique nos itens abaixo para ter mais informações sobre os exames:

A endoscopia é realizada para examinar o esôfago, o estômago e o duodeno, através da introdução por via oral de um aparelho flexível. Este aparelho possui sistema de fibras óticas e uma microcâmera que ilumina o interior dos órgãos e proporciona a visão completa, auxiliando no diagnóstico de doenças do aparelho digestivo alto através de biópsias, no acompanhamento do seu tratamento e também na remoção de lesões como pólipos, tratamento de úlceras hemorrágicas, varizes de esôfago e outros procedimentos terapêuticos.

Preparo

É necessário jejum absoluto de 8h, até mesmo de líquidos. Utiliza-se também a aplicação do anestésico na forma de spray na garganta, cujo efeito persiste por aproximadamente 45 a 60 minutos, período no qual deve-se evitar ingestão de alimentos ou líquidos para prevenção de engasgos. A presença de acompanhante para a realização do exame é obrigatória, independente da utilização de sedativo endovenoso.

É um procedimento que permite a visão do cólon e reto (intestino grosso) através de um aparelho que possui uma pequena câmera, introduzido pelo ânus. O procedimento é realizado para diagnosticar doenças, retirar pólipos (pequenos tumores malignos ou benignos) e obter biópsias (retirada de amostras de tecidos para análise).

Preparo

O exame é realizado com uma dieta leve líquida na véspera, e a ingestão de laxativos horas antes do exame, com objetivo de eliminar todo o conteúdo de fezes do cólon. Este preparo pode ser realizado completamente em casa ou parcialmente no Hospital e é essencial para a realização do exame, possibilitando a visualização da mucosa do intestino grosso.

Preparo Domiciliar (PDF)Preparo Hospitalar (PDF)

Realizado para examinar as vias aéreas, através da introdução por via nasal ou por traqueostomia de um aparelho flexível, este aparelho possui um sistema de fibras ópticas e uma microcâmera que ilumina o interior das vias respiratórias e proporciona a visão completa. Auxilia no diagnóstico de doenças do aparelho respiratório por meio de biópsias, coleta de lavado (coleta de material do pulmão para análise), no acompanhamento do tratamento e também na remoção de lesões.

Sobre o Exame (PDF)

Preparo

É necessário jejum absoluto de 8h, até mesmo de líquidos. Utiliza-se também a aplicação dos anestésicos nas formas de spray, geleia e líquido, cujo efeito persiste por aproximadamente 45 a 60 minutos após o exame, período no qual deve-se evitar ingestão de alimentos ou líquidos, para prevenção de engasgos.

O exame consiste na colocação de um tubo plástico delicado (sonda) no estômago através da parede abdominal para administração de dieta líquida preparada especialmente e medicamentos. Para realização, é utilizado o endoscópio flexível que possui um sistema de fibras óticas e microcâmera, que proporciona visão completa do esôfago, estômago e duodeno após introdução por via oral.