Hospital apresenta novidades para tratar pacientes que sofrem com diversos tipos de dor

Untitled DocumentMedicamentos modernos que controlam dores provocadas pelo câncer estão entre os destaques da “4ª Jornada de Atualização em Dor” do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

São Paulo, 16 de julho de 2012 – Em todo o mundo, a dor crônica predomina em mulheres com mais de 65 anos de idade. Artrite e reumatismo são as causas mais comuns de dor em outros países, enquanto no Brasil a campeã de queixas é a dor na região lombar. A afirmação é de Maurício Nunes Nogueira, médico responsável pelo Serviço de Terapia da Dor do Serviço Médico de Anestesia (SMA) no Hospital Alemão Oswaldo Cruz, fundado há 14 anos e com mais de três mil visitas anualmente. “As pesquisas são claras: cerca de 50 a 60% dos que sofrem com dor ficam parcial ou totalmente incapacitados, de maneira transitória ou permanente, comprometendo de modo significativo sua qualidade de vida. Daí a necessidade de se tratar adequadamente a dor”, alerta o especialista, lembrando que “apesar de não existirem dados oficiais no Brasil sobre a dor, é possível notar que sua ocorrência está aumentando”.

Para apresentar as novidades em estudos, práticas, medicamentos e outros recursos usados no tratamento da dor, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz, por meio de seu Instituto de Educação e Ciências, realiza a 4ª Jornada de Atualização em Dor, no dia 21/07. O evento reunirá médicos, enfermeiros, técnicos, auxiliares de enfermagem, fisioterapeutas e demais profissionais da área da saúde que buscam atualização para lidar com as diversas modalidades da dor. É a oportunidade de conhecer o que está sendo realizado no Brasil e no exterior e de trocar experiências. O curso abrange aspectos técnicos – por exemplo, com módulos sobre o tratamento da fibromialgia – e particularidades da dor em pediatria e no adulto. Há enfoque também sobre humanização no tratamento, com abordagem dos aspectos psicológicos que envolvem a dor crônica. “O tratamento da dor deve ser multiprofissional, o paciente necessita de ajuda em várias frentes. Essas pessoas acabam se isolando da sociedade, perdem a qualidade de vida e às vezes até o emprego. Sem convívio social, longe dos amigos, a depressão se aproxima. Por isso é necessário combinar suporte médico e psicológico, entre outros”, assinala o médico.

Serviço
4ª Jornada de Atualização em Dor
Organização: Instituto de Educação e Ciências do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.
Data e horário: 21/07, das 8h às 17h.
Local: Anfiteatro do Hospital Alemão Oswaldo Cruz – Rua João Julião, 331, 14º andar, Bloco B – Paraíso /São Paulo.

Investimento*:
Profissionais: R$ 60,00.
Estudantes e Residentes: R$ 40,00.
* 10% de desconto sobre o valor para sócios da Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor (SBED).

Inscrições: E-mail:iec@haoc.com.br.
Telefones: (11) 3549-0423 / 0584.
Vagas limitadas!

Você tem várias formas de agendar consultas e exames:

Envie uma mensagem para:

WhatsApp

Agende sua consulta ou exame:

Agende online
QR Code Agende sua consulta ou exame

Agende pelo app meu oswaldo cruz

App Meu Oswaldo Cruz disponível no Google Play App Meu Oswaldo Cruz disponível na App Store