Hospital Alemão Oswaldo Cruz promove simpósio sobre diversidades sexuais para profissionais da saúde

Evento, com entrada gratuita, acontece nos dias 30 de setembro e 1 de outubro.

O Comitê de Bioética (CoBi) do Hospital Alemão Oswaldo Cruz realiza, nos dias 30 de setembro e 1 de outubro, o II Simpósio de Bioética. O evento, que tem como temática “Diversidades sexuais: do preconceito ao acolhimento”, faz parte de um projeto que tem como objetivo contribuir com a desconstrução do preconceito acerca do transexualismo, travestismo, transgenerismo e homossexualidade.

Para contribuir com a desmistificação do tema, o Hospital convidou especialistas que debaterão questões sobre o desenvolvimento da criança e do adulto e a construção de sua identidade de gênero, além do auxílio à sua adequação e aceitação no ambiente familiar e social. Entre os palestrantes convidados, estão a cartunista Laerte Coutinho, a professora assistente de Endocrinologia e chefe do grupo de transexualidade, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, Dra. Elaine Costa e o advogado Dr. Dimitri Sales, doutor em direito constitucional e presidente do Instituto Latino Americano de Defesa e Promoção dos Direitos Humanos (ILADH).

“A autopercepção dessa condição, que não é mera opção ou decorrência de fenômenos ambientais, ocorre já na infância e, se respeitada e apoiada pelos familiares, e bem orientada por profissionais capazes, poupará sofrimentos, inclusive suicídio, muito frequente nessa população”, afirma a presidente do CoBi do Hospital Alemão Oswaldo Cruz Dra. Janice Nazareth. Ela diz ainda que quanto mais tardia, mais dolorosa será a vida dos transgêneros e sua transformação para o sexo da sua identidade”.

Além das palestras, será exibido também o documentário brasileiro “Meu Nome é Jacque”, que narra a trajetória da ativista transexual, portadora do vírus HIV, Jacqueline Côrtes. O longa, de 2016, dirigido por Angela Zoé, tem como abordagem principal o preconceito, a homofobia e a identidade de gênero.

Para dar continuidade à discussão sobre a temática do documentário, foi convidado também o psicólogo do CoBi do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Danilo Faleiros.
Representantes do Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) e dos grupos de psiquiatria e endocrinologia especializados em transexualidade do Hospital das Clínicas, da Universidade de São Paulo, também estarão presentes no simpósio.

A programação pode ser conferida abaixo:
30/9 – Sexta feira.
19h – WelcomeCoffee.

19h30 – Abertura.
Dr. Marcelo Sampaio (diretor clínico do Hospital Alemão Oswaldo Cruz); Prof. Dr. Reinaldo Ayer (coordenador do CBio do CREMESP); Profa. Dra. Elaine Costa (Departamento de Endocrinologia HC FMUSP); Profa. Dra. Carmita Abdo (Instituto de Psiquiatria FMUSP); Dra. Janice C. Nazareth (presidente do CoBi do Hospital Alemão Oswaldo Cruz).

20h – Identidade de gênero, orientação sexual e diversidade sexual: contextualização.
Dr. ElianoPellini (chefe do setor de saúde e medicina sexual da Faculdade de Medicina do ABC; professor auxiliar de ginecologia FMABC).

21h – Preconceitos e Direitos humanos nas diversidades sexuais.
Dr. Dimitri Sales (advogado, presidente do Instituto Latino Americano de Defesa e Promoção dos Direitos Humanos).

1/10 – Sábado
8h – Desenvolvimento sexual e da identidade de gênero: papel dos hormônios sexuais.
Moderadores: Dra. Janice Nazareth (CoBi do Hospital Alemão Oswaldo Cruz) e Dr. Reinaldo Ayer (CREMESP).
Palestrante: Profa. Dra. Elaine Costa (professora assistente de endocrinologia da FMUSP e chefe do grupo de transexualidade do HCFMUSP).

8h45 – Mesa: Transexualidade- Conceituação.
Moderadores: Dr. Mauro Aranha (CREMESP) e Dr. Danilo Borelli (CoBi do Hospital Alemão Oswaldo Cruz).

  • Transexualidade na infância e adolescência.

Dr. Alexandre Saadeh (psiquiatra, coordenador do ambulatório de Transtorno de Identidade de Gênero e Orientação Sexual Serviço de Psicoterapia do IPq FMUSP).

  • Transexualidade na idade adulta.

Profa. Dra. CarmitaAbdo (psiquiatra, Doutora e Livre-Docente pela FMUSP, coordenadora do ProSex do IPq e do Núcleo de Medicina Sexual do HCSP).

9h45 – Coffee break.

10h – Mesa: Acompanhamento do transexual adolescente e adulto.
Moderadores: Enf. M. Cristina Massarollo (CREMESP); Dr. Luís Edmundo Fonseca; Dr. Danilo Borelli (CoBi do Hospital Alemão Oswaldo Cruz).

  • Bloqueio da puberdade no adolescente transexual.

Dra. Leandra Steinmetz (mestre em pediatria, responsável pelo grupo de Anomalias da Diferenciação Sexual do ICR FMUSP).

  • Tratamento hormonal do adulto transexual.

Prof. Dra. Elaine Costa (professora assistente de endocrinologia da FMUSP e chefe do grupo de transexualidade do HCFMUSP).

  • Psicoterapia preparatória para cirurgia de transgenitalização.

Elisa Ugarte Verduguez (psicóloga do ambulatório de endocrinologia e metabologia do HC-FMUSP e do Programa de Assistência ao PacienteTransexual do HC-FMUSP).

11h15 – Mesa: Cirurgia de redesignação sexual.
Moderação: Dr. Max Grinberg (CREMESP) e Dr. Marcos Felipe Dias (CoBi do Hospital Alemão Oswaldo Cruz).

  • Principais técnicas cirúrgicas utilizadas.

Dr. Matheus Manica (cirurgia de redesignação sexual – Hospital Alemão Oswaldo Cruz).

  • Transgenitalização: experiência do HCFMUSP.

Prof. Dr. Francisco Tibor Dénes (professor livre docente de urologia, HCFMUSP, chefe da Uropediatria, membro da American Urological Association e European Society for Pediatric Urology).

12h15 – Almoço.

13h30 – Mesa: Transexualidade – Acolhimento e orientação.
Moderadores: Prof. Nadir Prates (CREMESP) e Ingrid Esslinger (psicóloga do CoBi do Hospital Alemão Oswaldo Cruz).

  • Acolhimento e orientação da família.

Prof. Edith Modesto (semioticista e psicanalista, fundadora do GPH – Associação Brasileira de Pais e Mães de LGBTs, professora doutora dos cursos de extensão sobre diversidade de orientações sexuais e identidades de gênero – FFLCH – USP).

  • Prevenção e tratamento precoce de DSTs.

Prof. Dra. Maria Clara Gianna (graduada pela EERPUSP, mestrado em ciências biológicas, área de microbiologia, pelo Instituto de Biologia da UNICAMP e doutorado em clínica médica, área básica pela FCMUNICAMP, diretora técnica do setor de DST da Secretaria de Saúde do Estado de SP e do Departamento de Enfermagem em Saúde Coletiva da Escola de Enfermagem da USP).

14h30 – Mesa: Transexualidade- Aspectos sociais e jurídicos.
Moderação – Profa. Dra. Carmita Abdo (IPQ FMUSP) e Dr. Sergio Pittelli (CoBi do Hospital Alemão Oswaldo Cruz).

  • Contextualização da homofobia e transfobia no Brasil.

Dr. Paulo Roberto Iotti Vecchiatti (advogado, mestre em direito constitucional pela Instituição Toledo de Ensino/Bauru, especialista em direito constitucional pela PUCSP, membro do GADvS, autor e coautor de livros sobre diversidade sexual e direito homoafetivo e minorias sexuais, direitos e adequação de nome e sexo no Registro Civil do Transexual).

  • Adequação de nome e sexo no Registro Civil do Transexual.

Dra. Tereza Rodrigues Vieira (advogada, doutora em direito das relações sociais pela PUCSP e Université de Paris, com tese sobre o tema “Pelo reconhecimento do direito à adequação de sexo do transexual” e pós-doutorado em direito pela Université de Montréal, Canadá, com especialização em bioética e sexualidade humana; autora de vários livros sobre bioética, ética, identidade de gêneros e transexualidade).

15h30 – Cinedebate: “Meu nome é Jacque” (filmebrasileiro de 21/04/2016, com produção de Jacqueline Neves, roteiro e direção de Angela Zoé e, no elenco, Jacqueline Rocha Côrtes).
Moderação: Dra. Regina Parizi (CREMESP) e Dra. Janice Caron Nazareth (CoBi do Hospital Alemão Oswaldo Cruz).
Debate: Dra. Elaine Costa (Departamento de Endocrinologia FMUSP), Danilo Faleiros (psicólogo do CoBi do Hospital Alemão Oswaldo Cruz) e Laerte Coutinho (cartunista).

Serviço:

Hospital Alemão Oswaldo Cruz promove evento voltado a profissionais da saúde sobre diversidades sexuais
Data: 30 de setembro e 1 de outubro de 2016.
Local: Hospital Alemão Oswaldo Cruz – Auditório da Torre E – 1º subsolo – Rua 13 de Maio, 1815 – Bela Vista – São Paulo.
Próximo das estações de metrô Vergueiro (Linha Azul) e Brigadeiro (Linha Verde).
Inscrições:(11) 3549-0577 e (11) 3549-0585 ou por meio do e-mail: iecs@haoc.com.br.
Estacionamento: R$10,00 (durante o período do evento).

Sobre o Hospital Alemão Oswaldo Cruz

O Hospital Alemão Oswaldo Cruz, um dos melhores centros hospitalares da América Latina, é referência em serviços de alta complexidade. Fundado em 1897 por um grupo de imigrantes de língua alemã, o Hospital possui uma das maiores casuísticas do país e concentra seus esforços na busca permanente da excelência do atendimento integral, individualizado e qualificado ao paciente, além de investir fortemente no desenvolvimento científico, por meio da educação e da pesquisa. Com mais de 96 mil m² de área construída, o Hospital dispõe de 321 leitos de internação, 44 leitos instalados na Unidade de Terapia Intensiva, 22 salas de cirurgia e Pronto Atendimento 24 horas. Além disso, oferece uma das mais qualificadas assistências do país e Corpo Clínico renomado, para que os pacientes tenham acesso aos mais altos padrões de qualidade e de segurança no atendimento, atestados pela certificação da Joint Commission International (JCI) – principal agência mundial de acreditação em saúde.

Hospital Alemão Oswaldo Cruz –www.hospitaloswaldocruz.org.br.

Informações para a imprensa

Conteúdo Comunicação
Maria Teresa Moraes –mariateresa.moraes@conteudonet.com.
Alessandra Miranda –alessandra.miranda@conteudonet.com.
Bianca Amorim –bianca.amorim@conteudonet.com.
Roberta Montanari –robertamontanari@conteudonet.com.
Claudio Sá – claudio.sa@conteudonet.com.
Tel.: 11 5056-9817 / 5056-98009-9575-5872.

Gerência de Marketing e Comunicação Institucional

Melina Beatriz Gubser –mgubser@haoc.com.br.
Michelle Barreto –msbarreto@haoc.com.br – Tel.: (11)3549-0852.
Rafael Peciauskas –rpeciaukas@haoc.com.br – Tel.: (11) 3549-0096.

Você tem várias formas de agendar consultas e exames:

Envie uma mensagem para:

WhatsApp

Agende sua consulta ou exame:

Agende online
QR Code Agende sua consulta ou exame

Agende pelo app meu oswaldo cruz

App Meu Oswaldo Cruz disponível no Google Play App Meu Oswaldo Cruz disponível na App Store