Hospital Alemão Oswaldo Cruz desenvolve programa para acompanhar e estimular hábitos saudáveis e qualidade de vida de seus colaboradores

Programa Bem-Estar foi criado com base no modelo da Stanford University School of Medicine, que reconhece o Hospital como parceiro exclusivo no Brasil.

O Programa Bem-Estar, lançado em janeiro de 2011 pelo Hospital Alemão Oswaldo Cruz, com o objetivo de estimular a prevenção da saúde do colaborador e proporcionar condições de conquistar qualidade de vida com orientações adequadas, finaliza o seu primeiro ano com alta taxa de adesão dos colaboradores da Instituição.

Chancela internacional

Baseado em conceitos do Health Improvement Program (HIP), da Stanford University School of Medicine – o Hospital é parceiro exclusivo para utilização da metodologia no Brasil –, é resultado do trabalho de uma equipe multidisciplinar. A partir de um conceito amplo, considera a saúde um estado de completo bem-estar físico, mental, espiritual e social, e não apenas a ausência de doença.

“Recebemos a equipe do Hospital Alemão Oswaldo Cruz em 2010 e compartilhamos o maior número de informações possíveis sobre o HIP. Eles compreenderam os conceitos e a filosofia e os aplicaram e adaptaram brilhantemente de acordo com a cultura brasileira e da instituição. Estamos muito orgulhosos pelos bons resultados obtidos. Continuaremos acompanhando sua evolução e amadurecimento e estou certo de que se tornará um exemplo a ser replicado no Brasil e na América do Sul”, afirma Wes Alles, diretor do Stanford Health Improvement Program (HIP), que, no final de 2011, esteve pessoalmente no Hospital para conferir as iniciativas desenvolvidas.

Os benefícios se estendem também à Instituição, pois colaboradores mais saudáveis geram aumento do desempenho e da produtividade, redução do absenteísmo e da sinistralidade, melhora do relacionamento interpessoal, aumento da autoestima e da disposição para o trabalho e valorização da saúde integral.

Sobre o Programa

No final de 2010, a Instituição convidou os funcionários a responderem ao Questionário SABES (Sistema de Avaliação de Bem-Estar e Saúde), que resultou em um mapeamento complexo da saúde dos colaboradores, verificando hábitos alimentares, frequência de atividades físicas, fatores de risco para hipertensão, diabetes e problemas cardiovasculares. “Cerca de 96% dos colaboradores responderam o SABES, possibilitando um diagnóstico prévio, permitindo que eles cuidem da sua saúde com o auxílio de profissionais do Hospital. A ideia é que eles possam traçar um planejamento com metas de curto e longo prazo para que a mudança de estilo de vida aconteça de forma sustentável” explica Cleusa Enck, Superintendente de Desenvolvimento Humano do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

Com este mapeamento, o Hospital implementou o Programa Bem-Estar, que traduz em atividades práticas periódicas e permanentes, os estímulos necessários para que os colaboradores do Hospital possam adotar hábitos mais saudáveis e buscar uma melhor qualidade de vida. Um bom exemplo do sucesso do Bem-Estar é a adesão dos médicos e colaboradores. “O modelo pode ser aplicado a empresas de qualquer segmento, mas na área de saúde existe uma resistência natural, pois os profissionais têm muito acesso à informação e às vezes acham que não precisam de orientações. No entanto, tivemos adesão de quase 100% dos médicos funcionários”, diz Dr. Rodrigo B. Demarch, Gerente de Qualidade de Vida e Saúde.

Atividades e resultados do Bem-Estar

Coaching em saúde – Pelo princípio de que orientação e estímulos adequados são o melhor remédio para obter adesão e comprometimento, as atividades de Coaching em Saúde consistem em um dos principais pilares do Programa Bem-Estar. Ao fim do primeiro ano do Programa o mapeamento já alcançou 99% dos colaboradores, o que permitiu entrar na fase de atividades para gerenciamento de doenças crônicas, com grupos específicos para doenças musculoesqueléticas – escola de coluna, que está em fase de implementação, assim como grupos para hipertensos e diabéticos. Neste pilar, também estão as atividades físicas, como yoga, musculação, dança de salão, muay thai e pilates, oferecidas exclusivamente aos funcionários na área de Lazer e Convivência do Hospital. No início do Programa, havia 219 colaboradores matriculados na Academia e atualmente são mais de 530. As matrículas estão atreladas a uma mensalidade simbólica, que varia de acordo com a remuneração de cada colaborador.

GERAR – Incorporado ao Bem-Estar ao longo de 2011, o programa é destinado às colaboradoras gestantes e  às esposas gestantes dos colaboradores. O objetivo é prepará-las para o seu autocuidado no decorrer da gestação e cuidados com o bebê. O Programa é composto por encontros mensais e acompanhamento telefônico realizado por enfermeira obstetra. Em 2012, será inaugurada a Sala de Apoio à Amamentação, uma iniciativa do Hospital para incentivar o Aleitamento Materno.

Grupo de caminhada e corrida – Realiza encontros mensais para a prática destas atividades esportivas em parques da cidade, sempre com a supervisão da equipe de educadores físicos.

Workshops de nutrição – Dirigidos aos colaboradores e familiares com aulas sobre culinária saborosa e saudável. Os workshops são ministrados pelo chef Alexandre Ribeiro e pela nutricionista Cátia Guerbali, ambos do Hospital e vencedores da 3ª edição do Prêmio de Gastronomia Internacional.

Educação Financeira – Outra atividade que será incorporada ao Bem-Estar ainda este ano é o curso de educação financeira para colaboradores. A grade foi desenvolvida por uma assistente social em conjunto com a equipe de Custos e Orçamento do Hospital.

Programa de Remuneração Variável – O Programa Bem-Estar está relacionado a uma parcela da Remuneração Variável, que é o reconhecimento em dinheiro dado aos colaboradores com base nos resultados e nas metas alcançadas no decorrer do ano. Seus critérios de avaliação e bonificação são baseados em indicadores de desempenho, e o Programa corresponde a 10% do total das Metas Individuais. Para atingir essa parcela da avaliação, o colaborador deve acumular pontos distribuídos em preenchimento do SABES, consultas médicas e realização de exercícios físicos regularmente e outras atividades oferecidas. De acordo com o modelo de Stanford, relacionar o programa à recompensa em dinheiro estimula e amplia as chances de adesão.

Você tem várias formas de agendar consultas e exames:

Envie uma mensagem para:

WhatsApp

Agende sua consulta ou exame:

Agende online
QR Code Agende sua consulta ou exame

Agende pelo app meu oswaldo cruz

App Meu Oswaldo Cruz disponível no Google Play App Meu Oswaldo Cruz disponível na App Store