Hospital Alemão Oswaldo Cruz celebra Dia Nacional do Doador de Sangue

Uma doação pode salvar até quatro vidas.

No dia 25 de novembro, é celebrado o Dia Nacional do Doador de Sangue. O Instituto HOC de Hemoterapia, do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, aproveita a comemoração da data para lembrar a população sobre a importância da doação de sangue.

“Doar sangue é uma atitude altruísta e a data é importante para relembrar os brasileiros sobre essa inciativa, mas é necessário que a alta procura pela doação de sangue aconteça durante todo o ano”, diz o Dr. Joselito Bomfim Brandão, diretor médico do banco de sangue do hospital, que existe desde 1965 e que conta com a Certificação de Excelência em Imunohematologia concedida pela Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular. “O objetivo principal da doação é a solidariedade e a vontade de ajudar”, completa. Uma única bolsa de sangue pode ajudar a salvar a vida de até quatro pessoas que necessitam de transfusão.

O Banco de Sangue do HAOC, também aproveita a data para chamar a atenção da população para os requisitos para a doação, desconhecidos por muitos. “Cerca de 18% dos doadores que passam pela triagem dos bancos de sangue de diversas instituições são inaptos”, observa o Dr. Brandão.

Segundo o diretor médico do Instituto, é necessário desmistificar a doação de sangue que é um processo rápido, seguro, indolor e sem riscos para o doador. Além dos requisitos básicos, que incluem idade e peso, existem também os impedimentos temporários e definitivos para os possíveis doadores. Conheça alguns dos critérios e orientações para ser um doador de sangue:

REQUISITOS PARA DOAÇÃO DE SANGUE E/OU PLAQUETAS:

• Estar em boas condições de saúde;
• Não estar em jejum. Caso tenha almoçado, aguardar no mínimo duas horas para doar. Se o alimento tiver sido muito gorduroso, aguardar até três horas;
• Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas;
• Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas;
• Não ter feito doação de sangue há menos de dois meses (homem) e há menos de três meses (mulher);
• Ter peso mínimo de 50 kg, após descontar o peso das vestes e dos sapatos;
• Ter idade entre 18 e 60 anos, 11 meses e 29 dias. Para candidatos com doação prévia, o limite de idade é de 69 anos, 11 meses e 29 dias.

PRINCIPAIS IMPEDIMENTOS TEMPORÁRIOS

• Resfriado, gripe ou diarreia há menos de uma semana – aguardar cinco dias após cessarem os sintomas;
• Ferimento ainda não cicatrizado;
• Alergias (urticária, rinite, dermatite e outros) durante a fase aguda e durante tratamento;
• Gravidez;
• Parto ou aborto há menos de 12 semanas;
• Amamentação (a menos que o parto tenha ocorrido há mais de 12 meses);
• Acupuntura há menos de 48 horas se houver segurança que as agulhas eram de uso único e em condições assépticas. Caso contrário, aguardar 12 meses;
• Ter viajado para a região Amazônica ou outra região de Malária (Maleita) nos últimos 12 meses;
• Ter sido submetido a qualquer procedimento endoscópico (endoscopia, colonoscopia, inclusive cirurgia laparoscópica) há menos de seis meses;
• Procedimentos odontológicos, como cirurgia odontológica em anestesia geral há menos de 1 mês; extração dentária, tratamento de canal, drenagem de abscesso, gengivites e cirurgia com anestesia local há menos de sete dias; etc;
• Cirurgias: dependendo do porte, o impedimento poderá ser de 3, 6 ou 12 meses, ou mesmo impedimento definitivo;
• Epilepsia – Aguardar três anos após suspensão do tratamento e sem relato de crise;
• Ter contraído alguma DST (Doença Sexualmente Transmissível) há menos de 12 meses. No caso de Sífilis (Cancro), mesmo tendo sido tratada há mais de 12 meses, a inaptidão para doação continua enquanto os exames sorológicos não apresentarem resultados Não Reagentes (Negativos);
• Obs.: quanto às doenças, uso de medicamentos ou de vacinação recente, obter informações no site www.institutohoc.com.br ou diretamente no banco de sangue.

PRINCIPAIS CAUSAS DE IMPEDIMENTOS DEFINITIVOS

• Diabetes dependente de insulina;
• Câncer (exceto carcinoma in-situ de colo uterino e basocelular de pele);
• Bronquite e asma graves (crises com intervalos de três meses ou menos, não controláveis com medicamento por via inalatória);
• Doenças autoimunes;
• Malária (febre quartã – Plasmodium malarie);
• AVC (derrame cerebral);
• Hepatite viral após 11 anos de idade;
• Doença cardíaca e pulmonar grave;
• Tuberculose extrapulmonar;
• Doença de Chagas;
• Hanseníase;
• Doenças gastrointestinais, neurológicas e endócrinas (consultar o Banco de Sangue);
• Doença de Creutzfeldt Jakob (“vaca louca”) ou histórico familiar de Encefalopatia Espongiforme Humana, transplante de córnea e implante a base de dura-mater, ter recebido hormônio de crescimento obtido a partir de hipófise (glândula cerebral) humana. Ter permanecido no Reino Unido ou República da Irlanda por mais de três meses, de forma cumulativa de 1980 a 1996. Ter permanecido cinco anos ou mais, consecutivos ou intermitentes, na Europa após 1980 (até o presente);
• Infecção por vírus da AIDS ou das Hepatites B ou C, ou HTLV;
• Ser ou ter sido usuário de drogas ilícitas injetáveis.

Sobre o Hospital

O Hospital Alemão Oswaldo Cruz, um dos melhores centros hospitalares da América Latina, é referência em serviços de alta complexidade, com foco em Oncologia, Cardiologia, Neurologia, Ortopedia e Doenças Digestivas. Fundado em 1897 por um grupo de imigrantes de língua alemã, o Hospital possui uma das maiores casuísticas do país e concentra seus esforços na busca permanente da excelência do atendimento integral, individualizado e qualificado ao paciente, além de investir fortemente no desenvolvimento científico, por meio do ensino e da pesquisa.

Com mais de 96 mil m² de área construída, o Hospital dispõe de 327 leitos de internação, sendo 21 salas de cirurgia, 44 leitos na Unidade de Terapia Intensiva e Pronto Atendimento 24 horas. Além disso, oferece uma das mais qualificadas assistências do país e Corpo Clínico renomado, para que os pacientes tenham acesso aos mais altos padrões de qualidade e de segurança no atendimento, atestados pela certificação da Joint Commission International (JCI) – principal agência mundial de acreditação em saúde.

Hospital Alemão Oswaldo Cruz –www.hospitaloswaldocruz.org.br.

Informações para a imprensa:
Conteúdo Comunicação
Maria Teresa Moraes –mariateresa.moraes@conteudonet.com.
Alessandra Miranda –alessandra.miranda@conteudonet.com.
Roberta Montanari –robertamontanari@conteudonet.com.
Claudio Sá –claudio.sa@conteudonet.com.
Tel.: 11 5056-9817 / 5056-98009-9575-5872.
Gerência de Marketing e Comunicação Institucional
Melina Beatriz Gubser –mgubser@haoc.com.br.
Michelle Barreto –msbarreto@haoc.com.br– Tel.: (11) 3549-0852.

Você tem várias formas de agendar consultas e exames:

Envie uma mensagem para:

WhatsApp

Agende sua consulta ou exame:

Agende online
QR Code Agende sua consulta ou exame

Agende pelo app meu oswaldo cruz

App Meu Oswaldo Cruz disponível no Google Play App Meu Oswaldo Cruz disponível na App Store