Estudo VidaSim, que investiga eficácia do corticoide prednisolona no tratamento da COVID-19, tem nova fase

São Paulo, 17 de dezembro de 2020 – Há um mês o Hospital Alemão Oswaldo Cruz, por meio do seu Centro Internacional de Pesquisa e em parceria com a Faculdade de Medicina do ABC, com apoio da Mantecorp Farmasa, iniciou testes para avaliar os efeitos do medicamento prednisolona em pacientes infectados pelo novo coronavírus. O estudo, nomeado VidaSim, está avaliando 370 pacientes internados com quadro moderado da doença em instituições de saúde participantes.

Em setembro a Organização Mundial da Saúde preconizou a utilização do corticoide em casos graves da COVID-19 e a iniciativa despertou interesse do pneumologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz e pesquisador sênior responsável pelo estudo, Dr. Elie Fiss, e sua equipe em estudar a prednisolona também nos casos moderados da doença.

Já em curso, houve a necessidade de ajustar o escopo do estudo, uma vez que a utilização do corticoide se mostrou uma realidade nos hospitais brasileiros e a classe médica estava prescrevendo-o antecipadamente, tornando difícil a existência do grupo controle sem a administração do medicamento.

“A prednisolona já é bastante usada em pacientes com Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), asma e diversas outras enfermidades pulmonares. Se os resultados do estudo VidaSim confirmarem a eficácia do uso da prednisolona também em casos moderados de COVID-19, os benefícios para os pacientes serão enormes. Além de evitar o agravamento da doença, a prednisolona é um corticoide com menos efeitos colaterais e que age no processo inflamatório da doença”, explica o pesquisador.

Estudo ganha novos parceiros

Devido a importância do estudo, as instituições de saúde participantes aumentaram. Inicialmente, contemplava o Hospital Alemão Oswaldo Cruz e a Faculdade de Medicina do ABC, porém, com o interesse crescente da classe médica em participar do estudo, agora, também fazem parte do VidaSim:

  • CEMEC – Centro multidisciplinar de Estudos Clínicos LTDA – EPP – São Bernardo do Campo/SP;
  • Centro de Estudos Clínicos do Interior Paulista (CECIP-JAÚ) – Jaú/SP;
  • Hospital de Caridade de São Vicente de Paulo (HCSVP) – Jundiaí/SP.

A pesquisa continua focada nos pacientes com quadros clínicos moderados. Metade do grupo receberá uma dose diária de 40mg de Predsim® (prednisolona) via oral durante sete dias, e a outra metade tomará o Predsim® 20mg. Já o grupo controle, passa a ser composto pelos dados históricos dos prontuários de pacientes que não receberam corticoterapia, ou seja, o tratamento com corticoides.

“Neste momento desafiador, apoiar um estudo que o resultado pode trazer grandes benefícios para o tratamento de uma doença tão agressiva, se tornou parte do nosso compromisso como companhia que promove saúde e bem-estar para a população. O VidaSim investiga a eficácia do corticoide nas fases não graves da doença e, se comprovada, o tempo de internação e o número de pacientes que vão para UTI serão reduzidos”, comenta Dr. João Fittipaldi, Diretor Médico da Mantecorp Farmasa.

Referências Bibliográficas: 1) The WHO Rapid Evidence Appraisal for COVID-19 Therapies (REACT) Working Group. Association between administration of systemic corticosteroids and mortality among critically ill patients with COVID-19: a meta-analysis. JAMA. Published online September 2, 2020. doi:10.1001/ jama.2020.17023 . 2) Miller WL. The Hypothalamic-Pituitary-Adrenal Axis: A Brief History. Horm Res Paediatr. 2018;89(4):212-223.

Informações para a imprensa

Conteúdo Comunicação:

Gerência de Comunicação Corporativa do Hospital Alemão Oswaldo Cruz

FSB Comunicação

Data: 17/12/2020

Você tem várias formas de agendar consultas e exames:

Envie uma mensagem para:

WhatsApp

Agende sua consulta ou exame:

Agende online
QR Code Agende sua consulta ou exame

Agende pelo app meu oswaldo cruz

App Meu Oswaldo Cruz disponível no Google Play App Meu Oswaldo Cruz disponível na App Store