Brasil é o terceiro país no ranking de incidências de tumor peniano

Apesar de atingir apenas 2% da população do País, a doença se concentra nas regiões Norte e Nordeste por estar associada a condições socioeconômicas.

Tumores penianos são considerados raros, porém sua incidência está diretamente ligada a baixas condições socioeconômicas, o que coloca o Norte e o Nordeste do País em evidência, onde a doença é cinco vezes mais frequente que em outras regiões. “O Brasil, atualmente, está em terceiro lugar no ranking da doença no mundo, após Índia e Uganda. Esta classificação pode ser facilmente mudada com educação da população sobre hábitos de higiene” afirma o Dr. Luiz Carlos Neves de Oliveira, urologista do Instituto da Próstata e Doenças Urológicas do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

Usualmente, este tumor pode acometer pacientes entre 40 e 60 anos de idade, com higiene genital precária, fimose ou infecção pelo HPV (papilomavírus humano). A neoplasia decorrente da fimose por falta de higiene (75% a 90% dos casos) pode estar relacionada à irritação causada pela secreção branca produzida pelo pênis. Este tumor é raríssimo, por exemplo, em homens submetidos a tratamento da fimose durante o período neonatal; já as operações feitas em idade adulta não previnem o câncer.

Em 80% dos casos deste tipo de tumor, a cura pode ser total se diagnosticado nos primeiros dois anos da doença, já que as células afetadas ainda estão na região do pênis e não atingiram os linfonodos, nos quais a progressão da doença é rápida e pode ser fatal.

Os primeiros sintomas podem ser identificados por pequenas lesões na glande e no prepúcio, e o diagnóstico pode ser confirmado por exames clínicos e biópsia. Segundo Dr. Luiz Carlos, o câncer de pênis pode ser fatal e apresentar sérias complicações, por isso, é importante o acompanhamento médico e a constante educação para a higiene básica.

Você tem várias formas de agendar consultas e exames:

Envie uma mensagem para:

WhatsApp

Agende sua consulta ou exame:

Agende online
QR Code Agende sua consulta ou exame

Agende pelo app meu oswaldo cruz

App Meu Oswaldo Cruz disponível no Google Play App Meu Oswaldo Cruz disponível na App Store