Propósito de Servir à Vida

Hoje, 12 de maio, comemora-se mundialmente o dia Internacional da enfermagem. No Brasil, a celebração se dá entre os dias 12 e 20 de maio, por conta.

de duas mulheres pioneiras na enfermagem: Florence Nightingale – que se destacou na Guerra da Criméia – e, na assistência brasileira, Ana Neri – enfermeira que atuou na Guerra do Paraguai. Florence modificou um cenário extremamente complexo, cuidando de soldados feridos e reduzindo, de 40% para 2%, a taxa de mortalidade por doenças infectocontagiosas no front. Desenvolveu uma prática com suporte epidemiológico para a prevenção e controle de doenças infecciosas e infecções hospitalares, numa época pré-bacteriológica.

A partir de impactos como esse, a profissão foi ganhando cada vez mais relevância e espaço na área da saúde. Em 2020, esse reconhecimento ganhou um novo patamar com o enfrentamento da pandemia de Covid-19, que colocou novamente em evidência a fragilidade humana e a importância da existência e persistência dos profissionais da saúde. Neste contexto, a enfermagem se destaca pela grande contribuição, com profissionais cuidando de um número cada vez maior de pessoas contaminadas e com quadros de evolução rápida, e que muitas vezes foram fatais. Mesmo diante das adversidades, a enfermagem nunca se distância do seu propósito: servir à vida.

Nesta reflexão, voltamos à essência do que é ser enfermeiro. As pessoas que escolhem a profissão têm características que as impulsionam para o “cuidar”, como maior sensibilidade e interesse para melhorar a vida daqueles que necessitam de assistência; auxiliar na compreensão e aceitação de doenças; contribuir para a recuperação e adaptação das pessoas; além de acolher pacientes e seus familiares em momentos como a finitude da vida.

A atuação profissional da enfermagem na relação do cuidar é, na sua essência, um exercício de práticas que envolvem ciência, aplicada por meio do conhecimento e da habilidade adquirida ao longo do exercício da profissão, e grandes aprendizados baseados nas descobertas das relações humanas.

Uma pessoa que conclui a graduação em Enfermagem ou um curso técnico tem a autorização de exercer a profissão, mas há uma longa jornada pela frente, de vivências e atualizações, para se tornar um bom profissional.

Com 125 anos de atuação, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz é reconhecido nacionalmente pela qualidade da sua equipe de enfermagem. Isso é possível pelo constante empenho em manter e aprimorar a qualificação dos profissionais, bem como sustentar a cultura que é transmitida ao longo dos anos.

Acreditamos na importância da formação e da valorização de jovens profissionais, por meio de nossa faculdade e escola técnica de enfermagem, onde aplicamos de forma prática nosso modelo assistencial, que coloca o paciente e o familiar no centro do cuidado, levando em consideração as teorias de Enfermagem que embasaram a estrutura da gestão da assistência, bem como o modelo de entrega do cuidado e a gestão da equipe.

Ser um profissional de Enfermagem é aliar conhecimento técnico científico e empatia, cuidando genuinamente do outro em sua integralidade. É desenvolver a capacidade de adaptação para situações estressantes e persistir na profissão, ao perceber o sofrimento humano e pessoas em estado de vulnerabilidade. É ter humildade e espírito de aprendiz diário diante de situações complexas. Neste dia 12 de maio, além de parabenizar a equipe de enfermagem também agradecer a cada um que se dedica ao cuidado com a vida humana.

Data: 12/05/2023 Fonte: CNN Brasil Online - SP

Você tem várias formas de agendar consultas e exames:

Envie uma mensagem para:

WhatsApp

Agende sua consulta ou exame:

Agende online
QR Code Agende sua consulta ou exame

Agende pelo app meu oswaldo cruz

App Meu Oswaldo Cruz disponível no Google Play App Meu Oswaldo Cruz disponível na App Store