Porto Alegre recebe última oficina regional do Programa Nacional de Equidade no SUS

O Ministério da Saúde finaliza nesta terça-feira (17) o ciclo de oficinas regionais do Programa Nacional de Equidade de Gênero, Raça, Etnia e Valorização das Trabalhadoras no Sistema Único de Saúde (SUS), em Porto Alegre (RS). O evento teve por objetivo possibilitar o diálogo sobre a identificação das principais fortalezas e fragilidades dos processos relacionados à equidade, bem como o reconhecimento de oportunidades para a construção e desenvolvimento de ações e estratégias nos estados e municípios.

Passando pelas cidades de Campo Grande (MS), Salvador (BA), Manaus (AM) e São Paulo (SP), as oficinas tiveram o intuito de prospectar junto a gestores, trabalhadores, universidades e movimentos sociais as prioridades para políticas públicas estaduais de equidade; constituir e fortalecer redes de promoção de equidade vinculadas ao trabalho no SUS; além de fortalecer redes multiplicadoras locais sobre conceitos, ações, fluxos, discussões e identificação de estruturas de gestão e ações de comunicação e educação voltadas à equidade na rede pública de saúde.

A realização das oficinas possibilitará a implementação, o monitoramento e a avaliação das ações estratégicas do Programa Nacional de Equidade no SUS e as informações levantadas vão subsidiar o desenvolvimento de pesquisas científicas e tecnológicas sobre a temática.

A iniciativa é coordenada pela Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (Sgtes), em parceria com o Hospital Alemão Oswaldo Cruz, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS).

Além das oficinas, o Programa Nacional de Equidade no SUS vai promover o lançamento de chamadas públicas para seleção e execução de projetos; a criação de ofertas educacionais sobre o tema; a formação de gestores e trabalhadores sobre equidade de gênero no âmbito do trabalho no SUS; e a mostra nacional de experiências de enfrentamento das iniquidades na rede pública de saúde.

Aplicativo do Programa de Equidade

Já está em funcionamento o novo aplicativo do Programa Nacional de Equidade no SUS, dentro da plataforma ConecteSUS – o EquidadeSUS. A ferramenta, desenvolvida pela Sgtes, em parceria com a Secretaria de Informação e Saúde Digital (Seidigi). O app vai auxiliar no enfrentamento a situações de violência, preconceito e discriminação no âmbito do SUS, e foi lançado pela ministra da Saúde, Nísia Trindade, durante o ‘Encontro de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde: Gente que faz o SUS acontecer’.

Por meio do EquidadeSUS, serão compartilhados dados, informações, documentos, pesquisas, eventos, editais, campanhas e materiais educativos que permitirão que trabalhadores e gestores tenham acesso a conhecimentos sobre a temática. Também será possível acessar canais de denúncia e informações sobre as redes de atenção que prestam assistência e proteção às mulheres. Inicialmente, será disponibilizado para trabalhadores e gestores do SUS e, posteriormente, será ampliado para os usuários.

Ministério da Saúde – Ministério da Saúde finaliza nesta terça-feira (17) o ciclo de oficinas regionais do Programa Nacional de Equidade de Gênero, Raça, Etnia e Valorização das Trabalhadoras no Sistema Único de Saúde (SUS), em Porto Alegre (RS). O evento teve por objetivo possibilitar o diálogo sobre a identificação das principais fortalezas e fragilidades dos processos relacionados à equidade, bem como o reconhecimento de oportunidades para a construção e desenvolvimento de ações e estratégias nos estados e municípios.

Data: 18/10/2023 Fonte: Gov.br - SP

Você tem várias formas de agendar consultas e exames:

Envie uma mensagem para:

WhatsApp

Agende sua consulta ou exame:

Agende online
QR Code Agende sua consulta ou exame

Agende pelo app meu oswaldo cruz

App Meu Oswaldo Cruz disponível no Google Play App Meu Oswaldo Cruz disponível na App Store