Gargarejo para garganta inflamada funciona? Veja como fazer direito

Gripes, resfriados e até alergias são problemas respiratórios que provocam a incômoda dor de garganta. Aqui, vale deixar claro que o problema não.

É uma doença em si, mas sim um sintoma – geralmente de uma infecção, que pode ser viral ou bacteriana.

Uma forma popularmente conhecida de aliviar o desconforto da garganta inflamada é o gargarejo. A ação nada mais é do que colocar um líquido na garganta e usar o ar que sai da laringe para fazê-lo se mexer.

De acordo com muitas mães, pais, avós e avôs espalhados por aí, essa seria a receita mais certeira para fazer a garganta se curar. Mas será que funciona mesmo?

Gargarejo para garganta inflamada funciona?

De fato, fazer gargarejo ajuda a aliviar a dor e o desconforto da inflamação. Mas ele não vai curar a doença que está causando o problema.

No caso de ser uma infecção viral, como covid-19, gripe ou resfriado, por exemplo, a doença vai seguir seu curso normal e os sintomas devem passar em até 15 dias.

Já se a dor de garganta for causada por uma bactéria, é necessário ir ao médico para que ele prescreva antibióticos que vão combater esses microrganismos e impedir que o quadro se agrave.

O gargarejo, portanto, pode aliviar a inflamação, diminuir a dor e a irritação na garganta – o que ajuda a reduzir o desconforto do indivíduo que está doente.

Como fazer o gargarejo?

Há três formas de preparar o líquido para fazer o gargarejo:

1. Com água morna e sal

Usa-se 1 copo de água filtrada morna com 1 colher (de sopa) de sal. Dissolva completamente o sal e use a mistura para o gargarejo, que pode ser feito de 3 a 4 vezes por dia. Importante: não engula o líquido, já que o excesso de sal é bastante irritativo para o estômago.

2. Com água morna e limão

O limão tem propriedades antioxidantes e vitamina C; por isso, aparece em muitas receitas caseiras para “curar” gripes e resfriados. Aqui, basta misturar ½ xícara de água filtrada morna com o suco de 1 limão. Esse gargarejo pode ser feito até 3 vezes por dia; o líquido também não deve ser engolido.

3. Com soro fisiológico

O principal objetivo aqui é usar o soro para manter a mucosa da garganta hidratada, reduzindo irritações. Basta usar um copo de soro fisiológico morno e realizar o gargarejo.

Quando procurar ajuda médica?

Como dissemos lá em cima, a dor de garganta é um sintoma, e não um problema em si. Por isso, é importante ficar de olho em outros sintomas que venham junto com ela.

Febre alta (maior que 38°C), falta de ar, dificuldade para engolir e falar, rouquidão persistente por mais de duas semanas e, principalmente, quando a dor não melhora ao longo dos dias, são sinais importantes de que é hora de buscar um médico para saber o que pode estar acontecendo.

No caso da dor de garganta causada por bactérias, por exemplo, é necessário o uso de antibióticos para tratar o problema. Outras causas ou até complicações de infecções virais também devem ser avaliadas pelo especialista, que vai indicar o melhor tratamento.

Fontes: Márcio Salmito, otorrinolaringologista da Unidade Campo Belo do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo; Rizzieri Gomes, médico cardiologista que atua na mudança do estilo de vida (MEV) de seus pacientes, de Manaus; Samoara Cristina Silva Pelincer, docente dos cursos de gastronomia do Senac EAD e especialista em Fitoterapia.

Data: 04/07/2023 Fonte: UOL Notícias - SP

Você tem várias formas de agendar consultas e exames:

Envie uma mensagem para:

WhatsApp

Agende sua consulta ou exame:

Agende online
QR Code Agende sua consulta ou exame

Agende pelo app meu oswaldo cruz

App Meu Oswaldo Cruz disponível no Google Play App Meu Oswaldo Cruz disponível na App Store