15 minutos de sol no seu dia podem melhorar sua saúde

Entenda aqui a importância da vitamina D em nosso organismo, o que a ausência dessa substância acarreta e 3 ótimas maneiras para aumentá-la!

15 minutos de sol no seu dia podem melhorar sua saúde

Você sabia que a vitamina D é um hormônio esteroide que se desenvolve em nosso organismo somente com a exposição solar? Por esse motivo ela não é produzida de maneira natural.

Portanto, a principal fonte deste nutriente acontece com a exposição da pele à radiação ultravioleta B2 associada a uma alimentação rica deste nutriente.

Hoje, muitos médicos e diversas pesquisas comprovam a importância desta poderosa substância em nosso organismo. Contudo, o número de pessoas com deficiência de vitamina D cresce. Isso quer dizer que cada vez menos, a população se expõe no sol.

Sendo que, somente 15 minutos de exposição solar já melhoram a saúde. Então, entenda melhor com este artigo quais os benefícios deste nutriente e confira 3 dicas para aumentar sua vitamina D no organismo. Acompanhe!

A importância da vitamina D

Atualmente, muito se fala na importância da vitamina D. Sem dúvida, ela apresenta vários benefícios para o organismo. Conforme Fillipo Pedrinola, endocrinologista e autor do livro “Um convite à saúde”, existem mais de 200 genes relacionados à regulação da vitamina D.

Ainda conforme o endocrinologista, a vitamina D possui mais de 80 funções em nosso corpo. A mais conhecida e comprovada se trata da capacidade de regular e absorver o cálcio e o fósforo. Assim, fortifica ossos, dentes e músculos.

Por conta disso, é fundamental na prevenção da osteoporose em adultos e raquitismo em crianças. Enquanto sua ausência no organismo pode causar várias doenças, como infecções virais e bacterianas, assim como doenças autoimunes, intestinais, cardiovasculares e neurodegenerativas.

No entanto, metabolizar o cálcio não é o único benefício dessa poderosa substância. Veja a seguir algumas funções de nosso organismo atribuídas a essa vitamina:

  • Atua no controle da pressão arterial e função cardíaca;
  • Reduz o risco de desenvolvimento de alguns tipos de neoplasias, atuando no processo de diferenciação celular e inibe a proliferação;
  • Estimula a secreção de insulina, garantindo um maior controle da glicemia;
  • Fortalece o sistema imunológico, regulando e diferenciando as células de defesa, como os linfócitos;
  • Previne doenças autoimunes, usada também nos tratamentos desses problemas de saúde;
  • Recentemente, alguns médicos apontam a vitamina D como uma forte aliada na proteção contra a COVID-19, embora nenhum estudo comprove sua eficácia na prevenção ou tratamento desta doença.

Ainda assim, inúmeros pesquisadores estudam possíveis efeitos da vitamina em nosso organismo. Por exemplo, a síndrome metabólica. Neste caso, pesquisa feita pela Faculdade de Medicina de Botucatu da Universidade Estadual Paulista (FMB-Unesp) comprovou forte relação entre a falta do nutriente com a síndrome em mulheres durante a pós-menopausa.

Malefícios da falta da vitamina D

Se o nutriente atua em diversas funções do nosso organismo, certamente que a falta dele causa malefícios. Aqui, vale ressaltar mais um resultado da pesquisa acima, na qual os mesmos estudiosos pesquisaram a relação entre a ausência da vitamina com o câncer de mama em mulheres no mesmo período.

Por meio desse estudo, descobriu-se uma maior proporção de tumores de grau avançado em participantes com deficiência do nutriente. O portal The Journal of Steroid Biochemistry and Molecular Biology publicou o resultado completo da pesquisa.

Atualmente, conforme a dermatologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Dra. Juliana Nakano, muitas pessoas apresentam deficiência de vitamina D no organismo. Isso ocorre devido a pouca exposição solar associada a uma dieta inadequada.

Quando ocorre essa falta da substância, o corpo absorve menos cálcio e fosfato que precisa. Assim, o organismo enfrenta dificuldades para manter seus ossos saudáveis, causando o raquitismo em crianças e a osteomalacia em adultos.

Já em gestantes, a falta dessa vitamina provoca deficiência no feto, fazendo com que o recém-nascido tenha grande risco de apresentar raquitismo. Sem falar do agravamento da osteoporose.

Nos idosos, podem ocorrer fraturas ósseas, principalmente no quadril, com pequenos choques ou quedas leves. Além disso, a falta da vitamina provoca fragilidade na coluna vertebral, na pelve e nas pernas.

3 dicas para aumentar sua vitamina D

Segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia, o valor desejável desta vitamina na população saudável até 60 anos deve ser acima de 20 ng/mL. Muitas pessoas não alcançam este número em seu organismo por conta da pouca exposição solar, como mencionado.

Sendo assim, tomar sol todos os dias é fundamental para manter os níveis adequados de vitamina D no organismo. Por meio dos raios solares, o corpo recebe energia ultravioleta B (UVB) e a pele utiliza-os para produzir a vitamina.

Então, separamos a seguir boas dicas para você cuidar da sua saúde, aumentando seus níveis de vitamina e bem-estar e, assim, fortalecendo seu sistema imunológico. Confira:

Alimentação

Embora não seja o principal fonte deste nutriente, ainda assim a vitamina D pode ser encontrar em diferentes tipos de alimentos, como:

  • Óleo de fígado de peixe;
  • Peixes como sardinha, atum e salmão;
  • Bife de fígado;
  • Gema de ovos;
  • Cogumelos;
  • Leite;
  • Iogurtes;
  • Cereal.

Para intensificar o fornecimento da vitamina D por meio da alimentação, busque fazer combinações alimentares que potencializam este feito. Ou seja, basta unir os alimentos citados, como iogurte com cereal ou uma omelete de sardinha, por exemplo.

Inclusive, tomar o café da manhã na luz do sol também contribui para seu objetivo.

Suplementação

Aqui, vale ressaltar a importância da consulta médica. Isso porque a suplementação só deve ser indicada para pessoas com maior risco de deficiência de vitamina D e conforme o estilo de vida de cada um.

Sendo assim, antes de suplementar, procure um médico. Desta forma, o uso da suplementação se torna uma alternativa segura e eficiente para aumentar as quantidades da vitamina D no organismo.

Exposição Solar

Por fim, é claro, tome sol. Afinal, cerca de 80% dessa vitamina do nosso organismo é produzida na pele por meio da exposição solar. Ou seja, somente 20% provém da alimentação.

Vale lembrar que, mesmo quem deseja aumentar os níveis de vitamina D, precisa usar filtro solar. Portanto, a sugestão é sempre proteger o rosto e deixar o corpo por um curto período sem o filtro.

Mas, caso se mantenha no sol, o uso do protetor é indispensável. Para isso, que tal aproveitar o dia em uma piscina? Desse modo, você une o útil ao agradável, não é mesmo?

Por isso, recursos como day use na piscina são perfeitos para este fim. Com ele, você pode passar um dia agradável, em um ótimo ambiente e aumentando seus níveis de vitamina D. Uma terapia perfeita para seu bem-estar físico e mental.

Data: 03/11/2022 Fonte: Colatina em Ação

Você tem várias formas de agendar consultas e exames:

Envie uma mensagem para:

WhatsApp

Agende sua consulta ou exame:

Agende online
QR Code Agende sua consulta ou exame

Agende pelo app meu oswaldo cruz

App Meu Oswaldo Cruz disponível no Google Play App Meu Oswaldo Cruz disponível na App Store