Secretaria da Saúde firma parceria com hospital paulista para projeto de planejamento e governança no SUS

Um termo de compromisso foi assinado entre a Secretaria da Saúde e o Hospital Alemão Oswaldo Cruz, de São Paulo, para a realização do projeto “Fortalecimento dos Processos de Governança, Organização e Integração da Rede de Atenção à Saúde (Regionalização)”.

O trabalho será feito por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (Proadi-SUS), do Ministério da Saúde, e também contará com o amparo do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul (Cosems/RS).

O objetivo é auxiliar a gestão estadual a organizar e planejar os serviços de saúde prestados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Também prevê apoio e subsídios aos municípios, que são os prestadores diretos da assistência à saúde da população.

A ideia dos profissionais do Hospital Alemão Oswaldo Cruz é aplicar o projeto em seis lugares diferentes do Brasil, com realidades distintas, para que, ao final, seja publicado um documento norteador para outros Estados e municípios que queiram replicar a regionalização.

“Queremos acumular conhecimento na gestão pública da saúde, para ajudar as outras regiões a fazerem seus próprios planejamentos”, disse Sandra Sperotto, coordenadora estadual do Projeto Regionalização do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

“Sabemos que, no Rio Grande do Sul, os processos de planejamento já estão bastante adiantados. Queremos contribuir e também aprender”, completou a coordenadora de projetos do hospital, Samara Kilman.

A regionalização prevê outros dois produtos: um diagnóstico da situação da saúde pública nos municípios atendidos e um painel que integre todas as informações coletadas, com indicadores de saúde e de gestão.

A secretária da Saúde, Arita Bergmann, ressaltou, durante a assinatura, na segunda-feira (4/11), que o projeto de regionalização precisa estar junto com outros projetos de planejamento em andamento na pasta, como a Planificação da Saúde e o Planejamento Regional Integrado (PRI).

Autor: PORTAL DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL
Data: 05/11/2019