Rio Verde é sede em processo de regionalização da saúde pública

Cidade foi escolhida pelo Ministério da Saúde como sede da macrorregional

Rio Verde se tornou sede, indicada pelo Ministério de Saúde, da macrorregional Centro-Oeste no processo de discussão para regionalização da saúde pública. O projeto é realizado em uma parceria do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e os conselhos de secretários municipais de saúde no Estados (Cosems).

O Secretário Municipal de Saúde, Eduardo Ribeiro, afirma que a indicação do ministério para Rio Verde sediar e centralizar a ação é reconhecimento da gestão eficiente realizada na cidade. “É um projeto piloto que envolve 500 municípios, onde nós discutiremos para trazermos soluções mais viáveis economicamente e, claro, de tratamento para todos os nossos pacientes, para que sirva de modelo para o Brasil todo”, afirma Eduardo.

O evento de lançamento do projeto contou com a presença de representantes das entidades organizadoras da regionalização e dos órgãos de saúde dos municípios. O superintendente do Ministério da Saúde em Goiás, Sebastião Donizete, reforça a importância do projeto para melhorar o serviço oferecido pelo SUS: “O foco é melhorar as condições de atenção à saúde do indivíduo, do cidadão que está aqui, que é o que preconiza o Sistema Único de Saúde”

Data: 16/10/2019
Fonte: PREFEITURA DE RIO VERDE