Hospital Alemão Oswaldo Cruz promove Seminário de Metodologia Grade por meio do projeto PCDT

Como principal parceiro do Ministério da Saúde (MS) na elaboração de Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) e Monitoramento do Horizonte Tecnológico (MHT), o Hospital Alemão Oswaldo Cruz, promoveu de 23 a 26 de abril, por meio do projeto PCDT, o Seminário de Metodologia GRADEManual de Graduação da Qualidade da Evidência e Força de Recomendação para Tomada de Decisão em Saúde. O objetivo foi proporcionar aos participantes – pesquisadores e atores estratégicos de diversos setores do MS -, a vivência com novas alternativas de análise dessa metodologia.

O Ministério da Saúde, desde 2014, vem apoiando iniciativas de promoção e capacitação na metodologia GRADE e em 2018 adquiriu o sistema Gradepro GDT, disponibilizando, assim, acesso aos parceiros envolvidos com a realização de produtos como protocolos clínicos (PTC), Avaliação de Tecnologias em Saúde (ATS) e Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDT).

Dessa forma, e por meio dos projetos em parceria com o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), o Hospital capacitou, desde 2016, mais de 500 profissionais na metodologia GRADE. A Instituição é pioneira também, juntamente com o Hospital Moinhos de Vento, na atuação em avanços metodológicos e nos relatórios de recomendação à CONITEC (Comissão Nacional de incorporação de Tecnologias no SUS).

A palestrante Anna Chaimani
Participaram do seminário a superintendente de Responsabilidade Social do Hospital, Ana Paula Pinho, a coordenadora da gestão de PCDT da CONITEC, Jorgiany Ebeidalla e, na condução dos conteúdos da atividade, Haliton Oliveira, coordenador científico do projeto PCDT, Maicon Falavignia, membro do Núcleo de Avaliação de Tecnologias em Saúde do Hospital Moinhos de Vento, Jan Brozek,  professor associado no Departamento de Métodos de Pesquisa em

Saúde, Evidências e Impacto e no Departamento de Medicina, da Universidade McMaster, de Toronto (Canadá) e Anna Chaimani, chaire d’Excellence na Universidade Paris Descartes e pesquisadora na Equipe de Métodos (INSERM- Sorbonne Paris Cité Epidemiology and Statistics Research Center).

Para Haliton de Oliveira, o evento trouxe discussões avançadas e direcionadas à qualificação da produção técnica na área de ATS, evidenciando a importância do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, enquanto parceiro do Ministério da Saúde. “Essas ações colocam o Hospital como pioneiro em metodologias avançadas, fazendo com que, cada vez mais, as produções técnicas em ATS nacionais sigam o padrão de qualidade de grandes instituições internacionais como o Grupo GRADE, a Cochrane entre outros”, acrescentou o pesquisador.

Data: 26/04/2019