Hospital Alemão Oswaldo Cruz oferece cursos gratuitos para profissionais de saúde que atuam no enfrentamento ao coronavírus

Iniciativa on-line, efetuada em parceria com a Johnson & Johnson Brasil, visa capacitar 10 mil trabalhadores de todas as regiões do Brasil que atuem na linha de frente do combate à Covid-19.

Para apoiar às Instituições de saúde e profissionais das equipes multidisciplinares de saúde das redes pública e privada que atuam no enfrentamento da Covid-19, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em parceria com a Johnson & Johnson Brasil, está disponibilizando cursos gratuitos de capacitação on-line. Podem participar profissionais que atuem em todos os Estados brasileiros e no Distrito Federal.

Para fazer a inscrição basta acessar o site http://inova.eadhaoc.org.br/. Cada aluno define qual o melhor momento do dia para acessar os conteúdos e assistir às aulas virtuais. O curso oferece 10 mil vagas para profissionais da saúde.

Durante as capacitações, enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem, médicos e fisioterapeutas encontrarão informações sobre como realizar com segurança os cuidados a pacientes em Unidade de Internação, Pronto Atendimento e Unidade de Terapia Intensiva. O acesso aos cursos gratuitos será feito via plataforma online.

O programa proposto está dividido em dois módulos de aprendizagem, um curso de 40 horas voltado ao público multidisciplinar (enfermagem, médicos e fisioterapeutas, por exemplo) e outro curso com 100 horas adicionais com conteúdo aprofundado e desenvolvido especialmente para enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem.

Ambos cursos estão divididos em cinco temáticas diferentes que abordarão os seguintes temas voltados para o ambiente hospitalar: cuidados na chegada ao Pronto Atendimento, na Internação, na unidade de Cuidados Intensivos, orientação familiar, cuidados necessários com os pacientes em grupo de risco , como usar corretamente os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), e de auto cuidado, para cuidar de si mesmo e de seus familiares neste momento difícil, entre outros temas importantes no combate ao Coronavírus.

O curso voltado para a equipe de Enfermagem incorpora mais três importantes temáticas:

Sistematização da Assistência de Enfermagem com foco em Diagnósticos de Enfermagem e Plano de Cuidados em tempos de Covid-19, Abordagem do Paciente com doenças crônicas em situação de vulnerabilidade e outras situações específicas e Gestão do Cuidado pelo Enfermeiro.

A expectativa é que 10 mil profissionais de todas as regiões do Brasil que desejam se atualizar e se capacitar possam se beneficiar deste conteúdo. O profissional poderá escolher e se aprofundar nas temáticas, de acordo com o seu nível de experiência e necessidades de aprendizado. Ao final de cada módulo receberá um certificado.

As aulas, metodologia de ensino, coordenação, acompanhamento e plataforma virtual são da Faculdade do Hospital Alemão Oswaldo Cruz. A Instituição já conta com a expertise em capacitação de profissionais de todo o país, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), voltado ao fortalecimento da saúde pública brasileira.

“Nesta iniciativa unimos a excelência do nosso Modelo Assistencial próprio, reconhecido como um dos melhores do país e que tem o paciente e o familiar no centro do cuidado, com o propósito do Hospital em contribuir com o desenvolvimento da saúde no Brasil, oferecendo uma capacitação acessível aos profissionais de enfermagem, que estão na linha de frente no combate ao novo Coronavírus”, destaca a Prof.ª Dra. Letícia Faria Serpa, gerente de Educação Multiprofissional do Hospital Alemão Oswaldo Cruz. Os cursos estão disponíveis no site http://inova.eadhaoc.org.br/.

Sobre o Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Fundado em 1897 por um grupo de imigrantes de língua alemã, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz é um dos maiores centros hospitalares da América Latina. Com atuação de referência em serviços de alta complexidade e ênfase em Oncologia e Doenças Digestivas, em 2020 a Instituição irá completar 123 anos.

Data: 15/09/2020
Fonte: PORTAL PLENA/SÃO PAULO