HÁ 40 ANOS, A VARÍOLA ERA ERRADICADA DO PLANETA

HÁ 40 ANOS, A VARÍOLA ERA ERRADICADA DO PLANETA

Primeira (e única) doença contagiosa a sumir do mapa pode servir de modelo e inspiração para extirpar outras ameaças

Um vírus que prejudicava a humanidade havia pelo menos 5 mil anos e foi responsável pela morte de 300 milhões de pessoas somente no século 20. Essa é a ficha corrida da varíola, moléstia que foi erradicada definitivamente do planeta em 1980. “Hoje nós celebramos e nos lembramos dos heróis que lutaram contra esse problema e trabalharam duro para que as futuras gerações estivessem mais seguras”, discursou o médico etíope Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), em evento realizado para relembrar a data.

A conquista histórica trouxe outros benefícios para todos nós, como a criação dos primeiros sistemas de vigilância que permitem respostas rápidas e eficientes contra novas epidemias, caso do ebola.

VAMOS REPETIR O SUCESSO UM DIA?

Para o infectologista Stefan Cunha Ujvari, do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo, a próxima mazela a ser eliminada é a pofiomielite. “O desafio aqui está na cobertura vacinal: enquanto na varíola só era necessário imunizar ao redor de 50% da população para alcançar bons resultados, na pólio precisamos ter uma taxa superior a 90%”, calcula. O vírus causador da paralisia infantil segue bastante ativo em dois países asiáticos: Afeganistão e Paquistão.

RELAÇÃO DE LONGA DATA

Uma trégua na Guerra Fria permitiu que a erradicação do vírus fosse possível

Período Informação
3000 A.C. Traços de varíola são encontrados na múmia do faraó Ramsés V, do Egito.
SÉCULO 7 D.C. A expansão dos povos árabes espalha o vírus por África, Portugal e Espanha.
SÉCULO 11 Com canudos de bambu, chineses criam a primeira forma de se imunizar contra a doença.
SÉCULO 15 As primeiras grandes navegações trazem a infecção para as Américas.
1796 O médico inglês Edward Jenner desenvolve a vacina contra esse vírus.
ANOS 1960 A União Soviética cria projeto contra a varíola. Ideia ganha apoio dos Estados Unidos.
1977 Último surto da história é registrado na Somália, na África.
1980 Fim da linha: OMS declara que o mundo está livre de uma vez por todas da moléstia.

Data: 21/02/2020
Fonte: SAÚDE! É VITAL/SÃO PAULO